30 de jun de 2017

Capítulo 4 | Scream, Penguin!

Olá, pinguins!

No último capítulo de "Scream, Penguin!", o assassino conseguiu enganar os pinguins, levando-os até o Parque dos Puffles, onde o seu plano falhou, e, por fim, raptou Sponge. No capítulo de hoje, vocês irão descobrir se os pinguins conseguirão salvar Sponge, e um novo personagem aparecerá...


Iglu de Rico, Club Penguin, 13:30 PM.

Rico, Lilluane, Blaztox e Bili, quando acabou a aula, foram direto para o iglu de Rico, para procurar Sponge.
- O único jeito é ligar para o assassino. - diz Bili.
- Sim, é o que eu estava pensando agora mesmo. - responde Rico.
- Espera! Acho que não precisamos ligar para ninguém, meu pai, me falou que conhece um cara que sabe quem é o assassino! - diz Lilluane.
- O quê?! Por que não nos contou isso antes?! - pergunta Blaztox.
- Bom, porque eu fiquei sabendo agora, meu pai acabou de me mandar a mensagem! - responde Lilluane.
- Bom, e quem é ele? - pergunta Rico.
- Ele trabalha no palco... vamos lá ver! - responde Lilluane.
Então, os pinguins foram direto até o Plaza.

Palco, Club Penguin, 14:00 PM.

Os quatro pinguins entraram no Palco, estava tudo escuro, não dava quase para ver nada.
- Rico, estou achando isso muito estranho - sussura Blaztox para Rico.
- Eu também. Acho que o assassino pegou o celular de Seyne para enviar a mensagem, e fazer uma armadilha pra nós! - sussura Rico para Blaztox.
Os pinguins ouvem um grito. De repente, se aproxima um pinguim.
- Aaaaah! Socorro! Saiam daqui! Tem um pinguim misterioso, com um capuz, uma máscara e uma faca! - grita o pinguim.
- Acalme-se! Quem é você? - pergunta Bili.
- Ah, meu nome é Eduerafa. E quem são vocês? - pergunta Eduerafa.
- Eu sou Bili, e esse são meus amigos, Lilluane, Rico e Blaztox. - responde Bili.
- Meu pai, o Xerife Seyne, me disse que você sabia quem era o assassino. Diga quem é ele! - diz Lilluane.
- Assassino?! Não sei de nada sobre esse assassino! Só quero sair daqui! - exclama Eduerafa.
- É tudo uma armadilha! Não foi seu pai, Lilluane, que mandou a mensagem, foi o assassino que mandou, só para nos atrair até aqui, para matar nós! - exclama Blaztox. 
- Agora tudo faz sentido! Mas, o Sponge só pode estar aqui, temos que pelo menos encontrar ele! - responde Lilluane.
- Vamos procurá-lo, todos juntos, sem nos separarmos. - diz Bili.
- Bom, se eu tiver que achar esse tal de Sponge para sair daqui, eu topo! - diz Eduerafa.
Então os cinco pinguins foram procurar Sponge. Enquanto estavam procurando, começaram a ouvir uma música, de uma peça, só que estava toda deformada. Depois a música parou de tocar, e ouviram a voz do assassino.
- Olá, pinguins! Venham procurar o amiguinho de vocês, venham! - diz o assassino.
- Estou com muito medo! - diz Blaztox.
- Espera, cadê a Bili e a Lilluane?! - pergunta Rico.
- Não sei... nos separamos! - diz Blaztox.
De repente, apareceu o assassino, que rapidamente pegou uma faca, e cortou a nadadeira de Eduerafa.
- Aaaaaaaaah! - grita Eduerafa.
Logo depois, o assassino arrastou Eduerafa, e sumiu na escuridão. 
- Corre, Blaztox! - grita Rico.
Lilluane e Bili, que se perderam dos outros, encontraram uma porta, e entraram dentro do pequeno quarto, onde ficava algumas fantasias. Ouviram um pinguim chorando, e elas foram ver o que estava acontecendo... era o Sponge. Ele estava amarrado no chão, com uma fita prateada na boca. Bili e Lilluane soltaram ele.
- Muito obrigado! Por favor, vamos sair daqui! - diz Sponge.
- Vamos, mas, ainda temos que achar Rico e Blaztox. - responde Bili.
De repente, ouviram a porta se abrir... era o assassino. Bili, rapidamente, pegou um martelo que estava numa mesa, e quando foi acertar o rosto do assassino, ele a segurou pelo pescoço.
- Não! - grita Lilluane.
- Vão, eu dou um jeito! - diz Bili.
- Não irei te abandonar, amiga! - responde Lilluane. 
De repente, apareceram Rico e Blaztox, que acertaram a cabeça do assassino com uma barra de ferro. Bili caiu no chão, e Lilluane correu para ajudá-la. O assassino se levantou, e atingiu a barriga de Blaztox com sua faca, ele começou a sangrar, e, mais uma vez, o assassino escapou. Rico foi checar o ferimento de seu amigo, enquanto Sponge ligava para a polícia, e Lilluane ajudava Bili. Rapidamente, a polícia e os médicos chegaram, encontraram o cadáver de Eduerafa, que estava sem uma nadadeira, e com a garganta cortada. Xerife Seyne, Bryan e Mister, que vieram juntos assim que ficaram sabendo, encontraram Sponge, Rico, Blaztox, Bili e Lilluane. Blaztox foi levado ao hospital por uma ambulância, Mister abraçou sua irmã, e Bryan foi ajudar Bili, enquanto Rico e Sponge explicavam ao Xerife Seyne o ocorrido. 

Iglu de Sponge, Club Penguin, 18:00 PM.

Rico foi até o iglu de Sponge para ele ver se estava tudo bem com o amigo. De repente, Rico recebeu uma mensagem em seu celular, de um número desconhecido, que dizia: "Hoje pode ter dado errado o meu plano de matar um de seus amigos, Rico, mas, saiba que ainda não acabou! Muahahaha!".
- De novo esse cara! - diz Sponge.
Depois, chega um vídeo... era o assassino filmando Lilluane, enquanto estava deitada em sua cama, lendo um livro.
- Não é possível... se o assassino está filmando Lilluane, e a única pessoa que mora na casa dela é o Mister... só pode ser ele o assassino! - diz Rico.
- Concordo! O Blaztox estava certo o tempo todo, mas... por que ele faria isso com os amigos da própria irmã?! - diz Sponge.
- Não sei, mas, temos que mostrar isso ao Xerife Seyne, o pai dele. - responde Rico.

E aí, pinguins, gostaram do quarto capítulo? Foi uma aparição muito rápida do Eduerafa, uma pena que ele tenha morrido tão rápido =( ! Ainda bem que Sponge ficou bem, mas, tomara que o Blaztox se recupere do ferimento que o assassino fez nele! Eu estou com um ódio desse assassino! E vocês? Acham que o Mister é o assassino? Deixem suas teorias nos comentários. Até mais e... Pinguinando!